(84) 3082-1871 / 3222-8231 / 3201-3807

Vacina Tríplice Acelular – DTP acelular

Doença

* Difteria- doença grave que acomete principalmente a garganta, mas que pode atingir o coração, rins e fígado.
* Coqueluche- causa tosse severa, com episódios de vômito e cianose com duração de várias semanas. Pode levar a apnéia e grave dificuldade respiratória em crianças menores.
* Tétano- doença grave que cursa com severos espasmos musculares, hipertonia e convulsões que podem levar ao óbito.

Composição

Vacina combinada que contém toxinas do tétano e difteria e antígenos purificados da bactéria que causa a coqueluche, fazendo com que as reações à vacina sejam menos freqüentes e mais leves.

Eficácia

A vacina confere uma proteção contra a difteria de 90 a 95%. Para a coqueluche, a proteção está entre 77 e 95%. Para o tétano, a eficácia é de aproximadamente 100%.

Indicações

Indicada rotineiramente para crianças dos 2 meses até os 7 anos de idade.

Contra-indicações

Não deve ser administrada a:
Indivíduos com idade superior a 7 anos
Encefalopatia sem causa identificável que tenha ocorrido até 7 dias após dose anterior de vacina contendo toxóide da coqueluche
Portadores de distúrbios neurológicos em evolução, associados ou não a convulsões
História de anafilaxia a dose anterior da vacina ou seus componentes
Deve ser adiada no caso de infecções agudas febris

Esquema

Aplicação intramuscular aos 2, 4 e 6 meses, com reforço aos 15 meses e entre 4 e 6 anos.
Após os 7 anos e para reforços a cada 10anos, usar dTpa ou dT.

Doses

Administrar 0,5 ml, por via intramuscular.

Reação

Dor, vermelhidão e nódulo no local da aplicação.
Menos frequentemente, pode ocorrer febre.

Considerações

Na presença de ferimentos suspeitos de contaminação pelo tétano, a dose de reforço pode ser antecipada.