(84) 3082-1871 / 3222-8231 / 3201-3807

Vacina Anti-Meningocócica C

Doença

Doença meningocócica é o termo usado para designar doenças causadas pelo meningococo.
As mais importantes são a meningite meningocócica e a septicemia (infecção generalizada). Estas doenças são quase sempre emergências médicas e estão associadas a elevadas taxas de mortalidade.
No Brasil existem 2 tipos predominantes de meningococo que são o B e o C. A vacina conjugada contra o meningococo C induz à proteção prolongada, mas não existe ainda vacina disponível com eficácia persistente contra o tipo B.

Composição

Vacina composta de polissacarídeos do sorogrupo C da Neisseria meningitidis (meningococo C).

Eficácia

Estima-se uma proteção para doença meningocócica acima de 90%.

Indicações

Pode ser administrada a todas as pessoas acima de 2 meses de idade. Entretanto, existem indicações formais para grupos com maior risco de complicação pela doença:
* portadores de asplenia congênita ou adquirida
* portadores de deficiências de complemento
* portadores anemia falciforme 
* portadores de talassemia 
* esplenectomizados

Contra-indicações

* História de anafilaxia a dose anterior da vacina ou seus componentes 
* Deve ser adiada no caso de infecções agudas febris

Esquema

* crianças no primeiro ano de vida recebem 2 doses da vacina, com intervalo de 4 a 8 semanas e reforço entre 12 e 18 meses
* crianças com mais de 1 ano de idade, adolescentes e adultos recebem dose única.

Doses

Administrar 0,5 ml, por via intramuscular

Reação

Dor, vermelhidão e nódulo no local da aplicação.
Menos frequentemente, pode ocorrer febre.

Considerações