Ami Personali oferece orientação vacinal

Depois de escolher seu destino, comprar passagens e planejar sua viagem, há uma recomendação que muitas pessoas não lembram ou até desconhecem: tomar vacina! Além das imunizações tradicionais recomendadas pelo Ministério da Saúde, alguns destinos no Brasil e no exterior exigem a vacina contra Febre Amarela, especialmente em locais onde há prática de ecoturismo ou em regiões localizada na faixa do Equador (norte do Brasil e África).
 
Entre os destinos internacionais, é necessário ter o Certificado Internacional de Vacinação (pode ser adquirido na maioria dos aeroportos do Brasil). Para a Bolívia, Colômbia e Venezuela a vacina não é obrigatória, e sim uma recomendação do governo local. Para a maioria dos vôos nacionais não há necessidade da vacinação.
 
Pensando nisso, a clínica Ami Personali está oferecendo gratuitamente orientação vacinal para os viajantes que estão se deslocando para fora do país por intermédio da CVC Natal. Para a pediatra Sonia Mesquita, a vacinação deve ocorrer com pelo menos duas semanas de antecedência. “Quem viaja para áreas de risco de transmissão tem que tomar certos cuidados e a vacina é uma delas. O efeito da vacina é válido por dez anos. Quem tomou a vacina há mais de dez anos necessita apenas de um reforço e a imunidade é imediata”, explica a especialista.
 
 
*Outros destinos em que a vacina é solicitada: Angola, Benin, Burkina Faso, Cuba, Camarões, Colômbia, Equador, Gabão, repliche orologi, Gâmbia, Gana, Guiné Bissau, Guiana Francesa Libéria, Nigéria, Peru, República Democrática do Congo, Serra Leoa, Sudão, Venezuela e Zaire.