Pediatra chama atenção para a vacina contra gripe

Já está disponível a vacina contra Gripe (Influenza) - cepas 2013, aqui no Brasil. A vacina, como nos anos anteriores, é TRIVALENTE, contra os três tipos mais comuns de vírus Influenza. Porém, a composição viral difere dos 3 anos anteriores. Ainda temos o A-H1N1 (gripe suína), mas são novos os A-H3N2 e o B. Estes dois últimos são os vírus que causaram a epidemia nos Estados Unidos. De acordo com a pediatra Sonia Mesquita, é possível ter um aumento significativo da doença no Brasil a partir de maio, como ocorre todos os anos.

“Sugiro que todas as pessoas sejam imunizadas. Devemos aproveitar que este ano a vacina chegou antes da doença. Crianças a partir dos 6 meses de idade já podem receber a vacina”, afirma a especialista. A pediatra lembra ainda que na primeira vez que crianças (6 meses a 9 anos) recebem a vacina contra gripe, a vacinação é feita em duas doses, com intervalo de 1 mês. “Para quem já recebeu a vacina anteriormente, independente da idade, o reforço é feito sempre com uma única dose”, complementa.

Independente de quando foi aplicada a vacina no ano passado (2012), a vacina 2013 já pode ser aplicada, mesmo que faça menos de 1 ano da dose anterior. São vacinas diferentes, protegem contra gripes diferentes. “A vacina é ainda mais fundamental para aquelas com doenças respiratórias, como asma, e que têm contato com adultos e idosos com a saúde fragilizada”, reforça a pediatra Sonia Mesquita.


Segurança da vacina


Há ainda muita dúvida a respeito da vacina contra a gripe. É comum os pais dizerem que as crianças ficaram gripadas depois que receberam a dose. Vale lembrar que a vacina não causa gripe, porque é feita com um vírus morto. Outro medo comum é em relação à segurança da vacina. Fique tranquila. Segundo a médica Sonia Mesquita, que atua na Ami Personali, estudos já realizados mostraram que a incidência de efeitos colaterais estão dentro dos limites de segurança. Não se assuste se o seu filho tiver uma febre baixa, dor e vermelhidão no local da picada e mal-estar. Esses sintomas não são por causa do vírus, mas por causa de substâncias da vacina.