Remédios: só com indicação médica

Verminoses são mais comuns do que se imagina, tanto em crianças quanto adultos. Mas medidas simples, como lavar bem as mãos e os alimentos, são capazes de evitar esse problema.

Além de parasitas transmitidos por alimentos mal lavados ou carnes mal cozidas, pôr as mãos sujas na boca também pode passar vírus e bactérias causadores de diarreia, doenças respiratórias e infecções de pele.
saiba mais

Segundo dados do Ministério da Saúde, manter uma boa higiene do corpo permite que uma família economize, em média R$ 1.151,55 por ano em tratamentos de doenças que poderiam ser facilmente prevenidas.

Os médicos destacaram que as parasitoses podem provocar desnutrição, problemas no desenvolvimento e baixo rendimento escolar – uma criança brasileira perde, em média, três dias de aula a cada episódio.

Os vermes também podem dar diarreia, dor de barriga, gases, vômito, anemia, falta de apetite, dificuldade para engordar, amarelão e fome de coisas estranhas, como terra, areia e tijolo.

Mas, apesar do incômodo, é importante que as pessoas não se automediquem. Se estiverem com suspeita de verminose, devem ir ao médico e fazer um exame de fezes em laboratório.

Muitas vezes, o problema se confunde com outras doenças, como alergias respiratórias e até câncer de intestino.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a lavagem das mãos com sabonete pode reduzir infecções que causam diarreia em até 40%. Colocar três gotas de hipoclorito de sódio em 1 litro de água também ajuda a higienizar os alimentos.