(84) 3082-1871 / 3222-8231 / 3201-3807

Mudanças afetam as crianças?


Hoje as crianças são o centro do pensamento dos adultos, principalmente dos pais, no que se refere à proteção delas.


Desde sempre os pais protegeram seus filhos, mas no mundo contemporâneo os pais querem proteger seus filhos até do impossível. Quer ver alguns exemplos? Não queremos que nossos filhos sofram com fatos da vida que ajudam a crescer, que experimentem sentimentos e de emoções que são inevitáveis e sofremos quando eles precisam enfrentar situações que colaboram para sua formação e desenvolvimento.
 
Hoje vamos pensar a respeito das mudanças que podem ocorrer na vida deles. A família decide mudar de casa para viver melhor, na passagem do ano o filho cai em uma classe que o deixa separado do colega do ano anterior ou até mesmo os pais decidiram mudar o filho de escola porque encontraram uma que consideram melhor.
 
Em qualquer idade os filhos sentem a mudança, é claro. Os pequenos choram, às vezes desesperadamente, ficam tristes, reclamam, resistem. Essa reação deles é absolutamente natural. Nós mesmos, quando enfrentamos algum tipo de mudança na nossa, vida não reagimos da mesma maneira?
 
O importante é saber que esses pequenos sofrimentos, muitos deles inevitáveis, fortalecem a criança. É passando por isso que eles aprendem a criar recursos pessoais para o futuro, a perceber que a dor que sentem passa e não é destrutiva e, principalmente, conhecem a vida como ela é.
 
Se você sofrer com ele ou ficar com pena do que ele sente, a insegurança dele só irá aumentar. A melhor maneira de ajudar nosso filho a superar os efeitos de qualquer mudança é encorajá-lo e dizer que ele é capaz de resolver a situação.